terça-feira, 5 de julho de 2011

O porquê das maçãs...

Olá todo mundo...


Hoje queria tanto escrever sobre algo que via sempre no orkut, agora tá no facebook...uma espécie de corrente "se você também é, repasse".
Alguém se lembra daquele "même" (pra quem não sabe o que é isso, recorra ao google, é tipo um "aham cláudia, senta lá") das maçãs do topo?
Nesse poema, de autor desconhecido no momento para mim, fazia analogia a mulheres e maçãs.


Bom, transcreverei:
"Mulheres são como maçãs em árvores.
As melhores estão no topo.
Os homens não querem alcançar essas boas, porque eles têm medo de cair e se machucar. Preferem pegar as maçãs podres que ficam no chão,
que não são boas como as do topo,
mas são fáceis de se conseguir.

Assim as maçãs no topo pensam que algo está errado com elas,
quando na verdade, eles estão errados...

Elas têm que esperar um pouco para o homem certo chegar,
aquele que é valente o bastante para escalar até o topo da árvore."


Agora creio que muitos refrescaram a memória né...

Confesso que quando li pela primeira vez pensei que fazia muito sentido, não que agora não o ache...apenas vejo o sentido em partes.

Esse poema tem uma divisão severa de maçãs do topo e maçãs não-topo, e na verdade é um consolo para aquelas que ainda não acharam ninguém legal o bastante.


Ser maçã do topo é um tanto fácil né...
sempre ser imponente, difícil...ignorar qualquer possibilidade...e esperar sempre o "cara" valente!
Muito fácil, é só fechar a mente, ignorar um pouco o mundo a sua volta e ser maçã do topo sempre! hehe
Ser maçã não-topo é mais fácil ainda...dizer sim a tudo supera toda a dificuldade do dizer não...
e ser conivente a todas as situações e propósitos é incrivelmente fácil!


Para mim difícil mesmo é ser maçã do meio da árvore...haha
Saber ter bom senso, e ter equilíbrio é a coisa mais difícil desse planeta...
As maçãs do meio não são apanhadas por qualquer pessoa, no entanto, não exigem um desgaste maior do apanhador...
hahaha


Enfim, tendo esses pensamentos me sinto meio ARCAICA, isso mesmo!
No Arcadismo sempre se falava nessa coisa de equilibrio, equilibrio, equilibrio...haha
e também porque a moda agora é ser fácil! é ser não-topo...aí me sinto meio brega...


Mas quero deixar bem claro aqui que tudo tem seu contexto...ás vezes algumas atitudes julgadas "fáceis" são de infindável importância para as pessoas inseridas na situação,
e que também as atitudes muitas vezes julgadas de "difíceis" estão dentro de um contexto também difícil....


Cansei de falar de maçã....
o que maçã te faz lembrar?
branca de neve?
Livro Crepúsculo?
Apple Store?
Pectina?
Adão e Eva?


Bom amigos, não vim aqui discorrer sobre qual maçã devemos ser...
mas esse poema da maçã do topo é meio bobo...FATO!



Apenas seja uma maçã-você!
E esteja pronta para os apanhadores que lhe surgirem pela frente!
BOA NOITE!
NUBINHA!

Um comentário:

  1. na minha página principal tem um mero selinho esperando por vc, bj.

    ResponderExcluir